Five must-see historic sites in Lisbon

Lisboa é uma cidade rica em história e  também das cidades mais bonitas da Europa. Nas suas ruas a alma lisboeta define-se através da cor e da história, onde a modernidade se cruza com a tradição de uma forma única.

Selecionámos cinco dos locais históricos mais bonitos da cidade de Lisboa que não pode perder quando visitar a cidade.

Lisbon is one of the most beautiful cities in Europe. Lisbon’s soul is defined by its streets, through color and history, where modernity intersects with tradition in a unique way.

We selected five of the most beautiful historic sites in Lisbon, which you absolutely must see while visiting the city.

1. Convento do Carmo
Convento do CarmoCréditos/Credits: Manuel Menal

Data da fundação: Em1389 por D. Nuno Álvares Pereira

Este convento, localizado no Largo do Carmo, é uma lembrança viva do grande terramoto de 1755 em Lisboa. Quando foi feita a reconstrução da cidade, por predominar o gosto romântico pelas ruínas e pelos antigos monumentos medievais, optaram por não continuar a reconstrução do telhado e dos arcos, deixando o corpo das naves da igreja a céu aberto, criando assim o atual cenário de ruína que encanta os seus visitantes.

Foundation date: 1389, by Nuno Álvares Pereira

Located in Largo do Carmo, this convent is a living memory of the great Lisbon earthquake of 1755. When the city was rebuilt, due to a widespread romantic interest in ruins and ancient medieval monuments, the authorities decided not to rebuild the convent’s roof and arches, thus leaving the church naves in the open and creating the current scenery of ruins that delights all visitors.

Horas e dias de visita:

Verão:  Segunda a sábado das 10h00 às 18h00

Inverno: Segunda a sábado das 10h00 às 17h00

Schedule:

Summer: Monday to Saturday from 10 am to 6 pm

Winter: Monday to Saturday from 10 am to 5 pm

2. Panteão Nacional/ National Pantheon

Panteão NacionalCréditos/Credits: Eurico Zimbres

Data da fundação: 2ª metade do século XVI.

Já ouviu falar do Panteão Nacional? Nele estão alguns túmulos de grandes figuras da História portuguesa como: Amália Rodrigues, Teófilo Braga, Almeida Garrett, Humberto Delgado e mais recentemente Eusébio da Silva Ferreira, entre outros tantos. Classificado como Monumento Nacional, o Panteão encontra-se instalado na Igreja de Santa Engrácia, no Campo de Santa Clara.

Foundation date: 2nd half of the 16th century.

Have you ever heard of Panteão Nacional (National Pantheon)? It contains the tombs of some of the greatest figures in Portuguese history, such as Amália Rodrigues, Teófilo Braga, Almeida Garrett, Humberto Delgado and, more recently, Eusébio da Silva Ferreira, among many others. Classified as a National Monument, the Pantheon is located in the Church of Santa Engrácia, Campo de Santa Clara.

Panteão NacionalCréditos/Credits: Alegna13

Este importante monumento destina-se a homenagear e a eternizar a memória dos portugueses que se destacaram em serviços prestados ao País como no desempenho de altos cargos públicos, serviços militares, na expansão da cultura portuguesa, na criação literária, científica e artística ou na defesa dos valores da civilização., como é o caso das várias figuras que lá estão sepultadas.

This important monument honors and perpetuates the memory of Portuguese individuals who have excelled in their service to the country, comprising such diverse fields as high office duties, military services, the expansion of Portuguese culture, literary, scientific and artistic creation, or the protection of civilizational values – such as the various figures entombed here.

Horas e dias de visita:

Abril a Setembro: de 3ªf a Domingo das 10h00 às 17h00 (última entrada às 16h40). Outubro a Março: de 3ªf a Domingo das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h40).

Schedule:

April-September: Tuesday to Sunday from 10 am to 5 pm (last admission at 4:40 pm). October-March: Tuesday to Sunday from 10 am to 6 pm (last admission at 5:40 pm).

3. Aqueduto das Águas Livres

Aqueduto das Águas LivresData da fundação: construído durante o reinado de D. João V (século XVII – XVIII)

Conheça uma das mais esta magnificas obras de engenharia realizadas em Portugal, o Aqueduto das Águas Livres. ,O Aqueduto foi construído com o objetivo acabar com a escassez de água que havia em Lisboa no século XVI e é um sistema complexo de captação, adução e distribuição de água.

Com origem na nascente das Águas Livres em Belas (Sintra), este foi progressivamente reforçado e ampliado ao longo do século XIX, resistindo intacto ao terramoto de 1755.

Foundation date: Built during the reign of King João the Fifth (17th-18th centuries)

Discover one of the most magnificent engineering structures Portugal has ever seen: Aqueduto das Águas Livres. The Aqueduct was built with the aim of eradicating the water shortage problem that plagued Lisbon in the 16th century, forming a complex water collection, supply and distribution system.

 The Aqueduct’s source was the Águas Livres spring in Belas (Sintra), and it was gradually strengthened and expanded throughout the 19th century, remaining intact after the 1755 earthquake.

Aqueduto das Águas LivresCréditos/Credtis: Nol Aders

De todos os catorzes arcos em ogiva do Aqueduto, destaca-se o Arco Grande, o maior arco da arcaria, tendo sido o de mais difícil execução deste troço e há quem diga: de toda a obra! Mede 65 metros de altura e 29 metros de distância entre os pegões e é o maior arco ogival do mundo.

Arco Grande (Great Arch) stands out among the fourteen pointed arches that make up the Aqueduct: it is the largest arch in the series, and it was also the most difficult to implement in this section – or, according to some, in the entire structure! It is 65m high and the distance between the supporting walls is 29m: it is the largest ogival arch in the world.

Reservatório das AmoreirasCréditos/Credits: Carlos Botelho

O Reservatório das Amoreiras, também conhecido por “Mãe de Água”, é o depósito que recolhe as águas provenientes do aqueduto das Águas Livres, no distrito de Lisboa. Foi projetado em 1745 e concluído em 1834.

Atualmente este espaço, situado no Jardim das Amoreiras, está  integrado no Museu da Água da EPAL e é utilizado para exposições de arte, desfiles de moda e outros eventos.

Reservatório das Amoreiras, also known as Mãe de Água, is the tank that collects water from the Aqueduct. It was designed in 1745 and completed in 1834.

Located at Amoreiras Park, this structure is now a part of EPAL’s Water Museum and it is used for art exhibitions, fashion shows and other events.

Dias e horas de visita:

Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras

Visitas guiadas.

Ter a sáb: 10h-17h30

Do Aqueduto ao Palácio Marquês da Fronteira

Sáb: 9h30-13h

A Rainha Refresca-se

Sáb: 9h30-13h

Arco/Loreto

Ter a sex: 10h-12h30, 14h-16h30

Schedule:

Reservatório da Mãe d’Água, Amoreiras

Guided tours.

Tue-Sat: 10:00 am – 5:30 pm

From the Aqueduto to Palácio Marquês da Fronteira

Sat: 9:30 am -1:00 pm

The Queen Refreshes Herself

Sat: 9:30 am – 1:00 pm

Arco/Loreto

Tue-Fri: 10:00 am – 12:30 pm, 2:00 pm – 4:30 pm

4. Igreja da Nossa Senhora da Conceição Velha/ Church of Nossa Senhora da Conceição Velha

Igreja da Conceição VelhaCréditos: Lviusbas

Se vai passear pela Baixa Lisboeta, não deixe de conhecer a Igreja da Nossa Senhora da Conceição Velha, considerada uma das melhores estruturas do manuelino que sobreviveram ao terramoto de 1755. Desde 1910 que está também classificada como um Monumento Nacional

Localizada na Rua da Alfândega, esta igreja combina elementos de diferentes igrejas –  resultado da reconstrução da antiga Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia de Lisboa após o grande terramoto de 1755.

While strolling through downtown Lisbon, don’t forget to visit the Church of Nossa Senhora da Conceição Velha, considered one of the finest Manueline structures to survive the 1755 earthquake. It was classified as a National Monument in 1910.

Located in Rua da Alfândega, this church combines elements from different churches – a consequence of the reconstruction of the old Church of Nossa Senhora da Misericórdia after the great earthquake of 1755.

Santa Filomena na Igreja da Conceição VelhaCréditos/ Credits: José Luiz Bernardes Ribeiro

5. Palácio Nacional da Ajuda/ Ajuda National Palace

Data da fundação: Século XVI, mandado erguer por D. José I

Convidamo-lo a percorrer os corredores do Palácio Nacional da Ajuda e a imaginar-se no século XVIII ou XIX. Este palácio, com uma vista deslumbrante sobre o Tejo, é um local de visita obrigatória enquanto estiver em Lisboa.

A construção do palácio iniciou-se em 1796, após o terramoto de 1755 ter destruído a habitação da família real na Baixa Lisboeta. Mandaram construir o palácio em madeira para resistir a abalos sísmicos, tendo ficado conhecido como Paço de Madeira ou Real Barraca. Porém em 1794 um incêndio destruiu por completo a habitação real e grande parte do seu recheio, seguiu-se assim uma nova reconstrução do palácio, mas desta vez em pedra e cal, que contou com a ajuda de vários artistas nacionais e internacionais.

Foundation date: 16th century, built by order of King José the First

We invite you to stroll through the corridors of Palácio Nacional da Ajuda and imagine yourself in the 18th or 19th century. This palace, with a stunning view over the Tagus river, is a must-visit location while you’re in Lisbon.

The construction of the palace began in 1796, after the 1755 earthquake destroyed the royal family’s residence in downtown Lisbon. The palace was built in wood to withstand seismic tremors, and came to be known as Paço de Madeira (Wooden Palace) or Real Barraca (Royal Shanty). But in 1794 a fire completely destroyed the royal residence and almost everything inside. The palace was therefore rebuilt once again, this time in stone and lime, with contributions from many Portuguese and international artists.

Palácio Nacional da AjudaDias e horas de visita:

Todos os dias exceto à 4ªf das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h30).

Schedule:

Every day except Wednesday from 10 am to 6 am (last admission at 5:30 pm).