Um ano após aderir ao programa CarbonoZero, a Inspira compensou o valor total de 160 t Co2e (toneladas de dióxido de carbono equivalente) resultantes das suas actividades no periodo de Maio de 2010 a Abril de 2011.

A aquisição de créditos de carbono do portfólio de projectos de CarbonoZero, permitíu à Inspira cofinanciar o projecto florestal da Tapada Militar de Mafra em Portugal, e o projecto tecnológico da Nobrecel no Brasil. Em 2010 na Tapada Militar de Mafra, com o intuito de diminuir a carga combustível do solo, foram efectuadas acções de limpeza nos povoamentos de Choupo branco, Pinheiro manso, Carvalhos e Pinheiro bravo, que perfazem um total de 26,2 hectares. Procedeu-se ainda à primeira desramação dos Choupos e Pinheiros mansos.

A Inspira contribuiu não só para a conservação da biodiversidade nacional como também para a redução das emissões de Co2 através do projecto tecnológico da Nobrecel. A instalação de um sistema de co-geração que utiliza resíduos de biomassa combustível, permitiu substituir as caldeiras a fuelóleo anteriormente utilizadas e reduzir o consumo de electricidade da rede. Este projecto evita, em média, a emissão de 85000 t Co2 por ano para a atmosfera. Os créditos de carbono colocados à Inspira foram gerados durante os primeiros cinco anos de projecto (2003-2008).
Para além da continuidade da sua participação no programa CarbonoZero, um dos principais objectivos da Inspira para 2011/2012 será encontrar soluções que reduzam as emissões de Co2 das actividades do Inspira Santa Marta Hotel em parceria com a Evalue.